TIMOR LOROSAE NOTÍCIAS 1 SET

TIMOR LOROSAE NAÇÃO – diário


EUA ABREM GUERRA COM A SÍRIA

Posted: 31 Aug 2013 09:18 PM PDT

Barack Obama anunciou intervenção dos EUA na Síria, mas diz que quer aprovação do Congresso norte-americano.
Mariana Cabral – Expresso
O Presidente dos EUA anunciou esta tarde que decidiu atacar a Síria, mas pediu ao Congresso norte-americano para aprovar a intervenção militar.
“Esta ameaça tem de ser confrontada. Os EUA irão intervir na Síria e responsabilizar o regime de Assad. Estamos preparados para atacarmos quando quiseremos: amanhã, na próxima semana ou daqui a um mês”, disse Barack Obama, em discurso na Casa Branca, com o vice-presidente Joe Biden ao seu lado.
Obama justificou a decisão com os massacres que se repetem ultimamente na Síria. “Há 10 dias, o mundo assistiu com horror quando homens, mulheres e crianças foram massacrados no pior ataque com armas químicas no século XX”, disse, em tom gravoso, antes de apontar o regime sírio, liderado por Bashar al-Assad, como responsável.
“Este ataque é um assalto à dignidade humana”, considerou, garantindo que não permitirá que o uso de armas químicas comece a ser norma.
Obama anuncia guerra… mas só se o Congresso quiser
Apesar de, inicialmente, o líder dos EUA ter apontado o ataque como uma inevitabilidade, explicou depois que a guerra só avançará caso o Congresso do país vote favoravelmente em relação à intervenção. “Vou procurar a autorização do Congresso neste assunto. Acredito que tenho toda a autoridade para atacar, mas seremos mais fortes juntos”, justificou, pondo o ataque em ‘pausa’.
Caso o Congresso vote contra a intervenção, Barack Obama poderá sair mal da situação, em termos políticos, mas a indefinição não parecer preocupar o presidente norte-americano. “Algumas coisas são mais importantes do que as diferenças entre partidos ou entre políticas atuais. Hoje peço ao Congresso que envie uma mensagem ao mundo, mostando que estamos unidos como uma nação”.
Dois terços dos franceses contra intervenção na Síria
Presidente François Hollande diz que “a França deseja uma acção proporcionada e firme contra o regime de Damasco”, mas conta com a condenação de 64% dos franceses.
Daniel Ribeiro, correspondente em Paris – Expresso
Uma sondagem revela que maioria dos franceses é hostil à participação da França nos ataques contra o regime sírio.
A sondagem, do instituto BVA, indica que 64 por cento dos franceses condenam a posição do Presidente François Hollande, único aliado europeu do seu homólogo norte-americano, Barack Obama.
Numa entrevista ao jornal Le Monde datado de hoje, o Presidente francês diz que “a França deseja uma acção proporcionada e firme contra o regime de Damasco”. Mas, acrescenta François Hollande, a França não deseja uma guerra e a intervenção militar não visa depor o presidente Bachar al Assad. “Não sou favorável a uma intervenção internacional que visaria ‘libertar a Siria ou depor o ditador “, explica o chefe do Estado francês.
De acordo com a sondagem do BVA, os franceses receiam que os ataques ocidentais favoreçam a instalação de um regime islâmico em Damasco e que compliquem ainda mais a situação na região.
A posição oficial francesa está igualmente a ser criticada pela oposição de direita e de esquerda. Por exemplo, o ex-primeiro ministro, Dominique de Villepin, diz que apenas deveriam ser lançadas operações depois de terem sido apresentadas publicamente “provas claras e indesmentíveis” sobre os ataques conm armas químicas. Villepin ficou célebre quando, como chefe da diplomacia francesa, criticou os americanos na ONU antes do início da guerra no Iraque.
Em Paris garante-se que as operações serão lançadas pelos americanos provavelmente até ao dia quatro de Setembro, antes da cimeira do G20 prevista para o dia cinco, na Rússia. Mas afirma-se que elas serão muito limitadas e com objetivos bem determinados. “Este tipo de ‘micro-ataque’ , demasiado simbólico e limitado, pode reforçar Assad e Putin”, comenta Gilles Kepel, politólogo e especialista do mundo árabe.
Síria: Nicolás Maduro acusa Barack Obama de pôr “o congresso a substituir a ONU”
Expresso – Lusa
Caracas, 01 set (Lusa) – O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, criticou hoje a decisão do seu homólogo norte-americano de solicitar ao Congresso autorização para atacar militarmente a Síria, acusando também Barack Obama de pôr o parlamento a “substituir a ONU”.
“É muito grave que o Presidente (Barack Obama) tenha decidido atacar a Síria e agora ponha o Congresso a substituir a ONU (…). Ninguém no mundo pode ser tribunal, juiz e polícia, seria o mundo sem lei”, disse.
Segundo Nicolás Maduro se todos os governos do mundo “se dedicassem a julgar, a executar outros governos” por diferenças “estaríamos a regredir sem controlo, sem legalidade internacional, onde permaneceria a guerra”.
Kopia husi Makerek ba TLN
SELEBRASAUN KONSULTA POPULAR BA DALA 14

Posted: 31 Aug 2013 09:11 PM PDT

Jarasaun Foun Lakon Dever Ba Kontribusaun Estadu
Suara Timor Lorosae – August 30, 2013
DILI – Povu Timor Leste halao selebrasaun ba dala 14 (30 Agustu 1999-30 Agustu 2013) loron konsulta Popular, hodi relembra loron nebe determina vida no Povu iha nasaun Timor Leste nia futuru nebe Timor oan tomak mehi katak ukun rasik aan.
Selebrasaun Loron historiku ba dala 14 ne’e halao iha Palasiu Governu nian oin, Antes halo selebrasaun Populasaun sira nebe mak hela iha capital Dili, Balun partisipa iha Programa Jalan Santi, Remata Seremonia fahe hadia ho nomor undian.
Liu husi diskursu, Primeiru Ministru (PM) Kay Rala Xanana Gusmao hatete tinan 24 povu balun soe hela ba Tasi laran, mota kuak, iha tinan 24 nia laran rai ho fatuk, be ho ahi, beiala sira hamutuk ho Timor oan tomak hodi manan funu nebe uniku iha mundu rai klaran tomak.
Ita Nova Zerasaun baruk ten, la book aan sukat deit direitu la hatene ona dever too iha nebe, susuar tamba ita sama hela ita tafiu no ita sama hela ruin nebe mak nakfakar, sama hela ran nebe mak nakfakar, demokrasia fo deiritu atu reklama no estrada deit tamba ita laiha ona dever atu kontribui no hahi estadu, Dehan xanana liu husi Diskursu iha Komemorasaun loron konsulta popular (30/08/2013) iha Palasiu Governu.
Xanana esplika, joventude sira nebe uluk terus, krekas, ohin loron sai ferik no katuas sei krekas nafatin la ejiji buat barak ba estadu, sira kontete iha laran tamba Timor Leste ukun aan tiha ona, durante terus iha tinan 24 nian laran ohin loron sei mama malus atu habosok kabun. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun aban, Sabado (31/8). Timotio Gusmão
FOTO STL: TIMOTIO GUSMAO – FAHE DOSSI – primeiru Ministru Kay Rala Xanana Gusmao Fahe dose ba Estudante nai rua nebe partisipa iha seremonia komemorasaun loron konsulta popular ba dala 14 iha Palasiu Governu Kinta (30/08/2013).
Kopia husi Makerek ba TLN
KONSELHO MINISTRU APROVA REJOLUSAUN REKRUTAMENTU F-FDTL

Posted: 31 Aug 2013 08:48 PM PDT

Suara Timor Lorosae– August 30, 2013

DILI – Sekretariadu Estadu Defeza Julio Tomas Pinto, hatete Konselho Ministru aprova tiha ona rejolusaun rekrutamentu Falintil Forsa Defeza Timor Leste (F-FDTL) hodi fo autorijasaun ba Sekretariadu Estadu Defeza no F-FDTL atu komesa prosesa rekrutamentu ida ne’e.
Julio Tomas Pinto, hateten iha semana kotuk Konselho Ministru aprova ona rejolusaun ida ne’e no agora hein hela publikasaun iha jornal da republika, kuandu publika ona ekipa hosi Sekretariadu Estadu Defeza hamutuk ho F-FDTL perparadu hodi halo rekrutamentu.
Konaba rekrutamentu rejolusaun Konselho Ministru (KM) aprova tiha ona tanba kulker rekrutamentu Konselho Ministru tenke aprova rejolusaun ida para fo autorijasaun ida ba iha Sekretariadu Estadu Defeza nomos F-FDTL para komesa ona prosesa rekrutamentu ida ne’e, hatete, Julio Tomas Pinto, ba Jornalista sira iha ninia servisu fatin Kuartel Jeral F-FDTL Fatuhada Kinta (29/08).
Konaba kriterio, JTP hatete agora dadaun prepara ona maibe rigoroju liu kompara ho 2009 to’o 2011, tanba kriteriu ida agora laiha ona ferias hanesan Sabadu no Domingu fila ba uma, kuandu tama ona ba treinu, durante fulan nen nia laran. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL web, edisaun Sabado (31/8). Tomas Sanches
Kopia husi Makerek ba TLN
BENÊ LIMA INICIA OS TRABALHOS NA SELEÇÃO DE TIMOR-LESTE

Posted: 31 Aug 2013 04:02 PM PDT

Seleção de Timor Leste irá disputar o SEA GAMES 2013 que são as Olimpíadas Asiáticas
Campinas, SP, 29 (AFI) – O preparador físico brasileiro Benê Lima (foto / de boné) já se encontrou com o também brasuca Emerson Alcântara (técnico) e deu início aos trabalhos na Seleção de Timor Leste.
“É uma oportunidade única e quero aproveitar cada momento. O Emerson me deu uma grande chance e farei de tudo para retribuir. Vou colocar em prática tudo o que aprendi ao longo desses anos no futebol. Tenho certeza que faremos um grande trabalho”, comentou ele ao site Grande Área.
A Seleção de Timor Leste irá disputar o SEA GAMES 2013 que são as Olimpíadas Asiáticas. Experiente, Benê Lima é preparador físico, professor em Educação Física e já realizou alguns cursos. Ele também passou por grandes clubes como Corinthians, Santo André, Portuguesa, Bragantino, entre tantos outros.
No clube de Bragança Paulista, ele foi campeão da Série C e conquistou o acesso à Série B do Brasileirão em 2007. Antes ele já havia sido vice-campeão da Copa Paulista (2006) e conquistado o acesso à elite paulista em 2005.
CURSOS
Atualização Esportiva AABB/SP, Treinador de Futebol – SITREPRESP (Sindicato dos Treinadores Profissionais do Estado de São Paulo), Fisiologia do Exercício / ENAF, Treinamento Desportivo / ENAF, Treinamento de força / C.E.A.F. Centro de Estudos Avançados em Futebol.
Filipinas: LOCUTOR DE RÁDIO MORTO A TIRO

Posted: 31 Aug 2013 03:54 PM PDT

Um locutor de rádio morreu num ataque de desconhecidos que o intercetaram quando este ia para casa de carro no sul das Filipinas.
Fernando “Nanding” Solijon, apresentador de um programa de política na cadeia “Love Radio”, morreu na noite de quinta-feira depois de ser atacado por dois desconhecidos que o intercetaram de motociclo na cidade de Iligan, na ilha de Mindanao.
Um agente da polícia, identificado como Niel Ajos, disse ao diário “The Inquirer” que o locutor tinha múltiplos ferimentos de bala.
As mortes, desaparecimentos ou intimidações de ativistas e jornalistas são habituais nas Filipinas, principalmente em zonas controladas por grandes proprietários de terra, salienta a plataforma de Direitos Humanos Karapatan.
O massacre mais conhecido nos últimos anos aconteceu em 2009 quando 58 pessoas, entre elas 32 jornalistas, foram mortos num ataque perpetrado pelo clã Ampatuan contra a comitiva eleitoral do político rival, Ismail Mangudadatu, na província de Mindanao.
Ismail Mangudadatu, então candidato, é o atual governador da província e perdeu a mulher e vários outros familiares no ataque.
Lusa
SPORTING E BENFICA EMPATAM (1-1) NO PRIMEIRO CLÁSSICO DA I LIGA

Posted: 31 Aug 2013 03:47 PM PDT

Lisboa, 31 ago – O Sporting e o Benfica empataram hoje a uma bola, em jogo da terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio José Alvalade, em Lisboa.
No primeiro clássico da temporada, o colombiano Fredy Montero colocou os “leões” em vantagem aos 10 minutos, mas o sérvio Lazar Markovic empatou aos 65.
Com este resultado, o Sporting isolou-se provisoriamente no comando da I Liga, com sete pontos, mais pode ser ultrapassado por um quarteto de clubes que têm seis, enquanto o Benfica subiu ao sexto posto, com quatro.
NFO // NFO – Lusa
Noticias Ao Minuto
Obama propõe a Hollande que se junte aos norte-americanos para ataque à Síria

Posted: 31 Aug 2013 03:43 PM PDT

Washington, 31 ago – O presidente dos Estados Unidos, Barak Obama, telefonou ao homólogo francês François Hollande, antes de anunciar hoje a decisão de pedir autorização ao Congresso norte-americano para ação militar na Síria, disse fonte oficial da Casa Branca à Associated Press.
Fontes oficiais do gabinete de François Hollande confirmaram o telefonema entre o presidente francês e Barak Obama, que, após o veto do parlamento britânico ao envolvimento do Reino Unido num ataque à Síria, propôs que a França se alie aos norte-americanos para uma ação ofensiva.
As mesmas fontes revelaram à France Presse que ambos os líderes estão “decididos a agir”, apesar de uma decisão final estar dependente do Congresso norte-americano.
Segundo a Casa Branca, Obama procura a formação de uma coligação internacional contra o regime de Bashar al-Assad e vai empenhar-se fora da cimeira do G20, na quinta-feira e na sexta-feira, em São Petersburgo, na Rússia.
No anúncio de hoje, Obama disse que tinha decidido uma intervenção militar por causa do ataque químico num subúrbio de Damasco, capital da Síria, que matou mais de 1.400 pessoas.
O Congresso vai debater no dia 09 de setembro se os Estados Unidos avançam ou não para um ataque militar na Síria, altura em que o congresso retoma os trabalhos.
JOP/SV // PGF – Lusa
Please follow and like us:
error