SUBCULTURAS LUSÓFONAS

Ricardo Pereira: “Novelas da Globo continuam a ter grande peso para os portugueses”

Helder Castro
25/10/2012 07:15
O jovem ator português protagoniza, com a brasileira Fernanda Souza, a peça “Um sonho pra dois”. Em entrevista ao Portugal Digital, Ricardo Pereira revela os próximos passos dessa produção teatral e deixa dicas a quem quer fazer carreira na representação.

Brasília – O ator português Ricardo Pereira participa há vários anos em novelas brasileiras. Nos dias 27 e 28 sobe ao palco em Brasília com a peça de teatro “Um sonho pra dois”, em que contracena com a brasileira Fernanda Souza. O galã luso falou ao Portugal Digital das suas expectativas e deixa algumas dicas para quem agora procura trabalho no Brasil.

Pretende levar a peça que vai apresentar neste final de semana em Brasília a outros palcos?

Pretendemos, sim. Agora mesmo estamos com o projecto em Portugal. A peça vai estar em Lisboa de dia 8 de novembro a dia 22 de dezembro e no ano que vem estaremos fazendo temporada no Rio e em São Paulo.

É possível um ator crescer profissionalmente no Brasil fora dos estúdios de televisão?

Claro que sim, o teatro e o cinema são um espaço fundamental para o crescimento de um ator.

Considera que ainda há mercado para as telenovelas brasileiras em Portugal, tendo em atenção o crescimento da produção portuguesa, nomeadamente a da TVI?

Claro que sim. Mas há as novelas muito boas da SIC também, com co-produção da Globo, que têem feito o maior dos sucessos, que foram até nomeadas para melhor novela nos Emmy. E as novelas da Globo continuam a ter um grande peso para os portugueses.

Os atores portugueses têm possibilidade de sucesso no Brasil? Há alguma “receita” baseada no desempenho artístico, na qualidade profissional, ou o fator “sorte” é determinante?

Tudo na vida exige trabalho, tanto nos atores portugueses como em todos os atores que trabalham pelo mundo, acho que nada na vida se faz sem muita persistência e vontade de vencer…

Que experiências, que ensinamentos, os atores portugueses podem tirar da produção brasileira?

Todos nós podemos aprender uns com os outros, é sempre bom [ter] essas trocas culturais, portanto acho que todos nós ganhamos com trocas de experiências e mistura de profissionais dos mais variados países.

O sotaque português é uma barreira muito difícil ao desempenho de um ator?

Não, acho que o ator se deve dedicar para aprender uma língua. Eu tive a ajuda de uma fonodióloga e me entreguei para aperfeiçoar ao máximo, mas acho que também depende das aptidões que cada pessoa tem para falar línguas… Eu, por exemplo, falo inglês, francês e espanhol e me dediquei a aprender.

O que recomendaria a um jovem artista português que pretenda emigrar para o Brasil? E a um jovem brasileiro que queira voar para os palcos portugueses?

Que vão com a vida definida já de um país para o outro, tanto os portugueses que querem vir para o Brasil como vice-versa. Com a pouca oferta de trabalho em Portugal e com muita gente já aqui no Brasil, não é facil e tem de se trabalhar muito.

Please follow and like us:
error

Publicado por

chrys chrystello

Chrys Chrystello presidente da direção e da comissão executiva da AICL