TIMOR EMÍLIA PIRES ARGUIDA

quinta-feira, 31 de Julho de 2014

Emília Pires constituída arguida num processo de alegada corrupção e abuso de poder

 

 
.

Timor Hau Nian Doben – 31 de julho de 2014
A ministra das Finanças, Emília Pires, e a antiga vice titular da pasta da Saúde, Madalena Hanjam, foram constituídas arguidas num processo de alegada corrupção e abuso de poder, noticiou o jornal Suara Timor Lorosae.
Segundo as declarações ao citado periódico do juiz administrador do Tribunal Distrital de Díli, Duarte Tilman, o processo seguiu o trâmite processual de acordo com o Código do Processo Penal e o Ministério Público fez a acusação, notificou as arguidas, terminou a notificação e mandou para o tribunal.
“Eu verifiquei no secretariado judicial que já está registado no Tribunal Distrital de Díli e Emília Pires e Madalena Hanjam foram constituídas arguidas, e existe já uma acusação contra as duas”, disse.
Emília Pires e Madalena Hanjam são arguidas num caso que ocorreu no governo anterior, a ministra das Finanças alegadamente aprovou um pagamento, para o fornecimento de camas para o Hospital Nacional Guido Valadares, a uma empresa da qual o seu marido, Warren McLeod, é proprietário.
.
 

Sem comentários:

 

Continuar a ler

Grupo Timor Furak participa em Festival de Arte e Cultura na Turquia

Grupo Timor Furak participa em Festival de Arte e Cultura na Turquia e em setembro vai ao 22º colóquio da lusofonia em Seia

29 de Julho de 2014, 14:41

 

O grupo timorense Timor Furak vai participar no Festival de Arte e Cultura de Istambul, na Turquia, em agosto para promover a dança e a música tradicional de Timor-Leste.


“Esta é a primeira vez que o nosso grupo vai participar num festival internacional e é uma oportunidade de partilhar a singularidade do património tradicional de Timor-Leste”, afirmou, em comunicado divulgado hoje à imprensa, o diretor do grupo Olívio dos Santos.

Segundo Olívio dos Santos, o grupo vai estar representado por 22 elementos.

O festival, que vai decorrer entre 01 e 09 de agosto, foi considerado em 2010 e 2011 pelo Conselho Internacional de Organização do Festival de Folclore e Arte Popular como dos melhores do mundo.

No festival, o grupo Timor Furak vai também ter oportunidade de vender artesanato timorense e vai entregar ao Museu Internacional de Trajes Tradicionais um traje tradicional timorense.

O grupo Timor Furak foi criado em 2006 e tem como objetivo divulgar a cultura de Timor-Leste através da dança e da música.

vaga para Professor de Português no Parlamento Nacional de Timor-Leste

Vaga para Professor de Português no Parlamento Nacional de Timor-Leste

No âmbito do Protocolo de Cooperação entre a Assembleia da República de Portugal e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, IP encontra-se aberta uma vaga para Professor de Português no Parlamento Nacional de Timor-Leste (PNTL).

Mais informações

http://www.instituto-camoes.pt/oportunidades-de-trabalho/professor-de-portugues-no-parlamento-timor

 

- See more at: http://www.instituto-camoes.pt/oportunidades-de-trabalho/professor-de-portugues-no-parlamento-timor#sthash.KpEfetxI.dpuf

ISENÇÃO DE VISTOS ENTRE CABO VERDE E TIMOR LESTE

Nos passaportes ordinários,

 

Governos de Cabo Verde e de Timor-Leste assinam memorando para isenção de vistos

Praia – Os Governos de Cabo Verde e de Timor-Leste assinaram esta segunda-feira, 21 de Julho, em Díli, um memorando de entendimento e dois acordos para isenção de vistos nos passaportes ordinários e para consultas bilaterais.

A informação foi avançada à Rádio de Cabo Verde (RCV) pelo ministro das Relações Exteriores cabo-verdiano, Jorge Borges, que rubricou os documentos com o seu homólogo timorense, José Luís Guterres.

Segundo o governante, o acordo para isenção de vistos nos passaportes ordinários vai permitir aos seus detentores a entrada e permanência sem visto num período de 90 dias, em cada um dos países.

Falando do acordo sobre o estabelecimento de mecanismos de consultas bilaterais, Jorge Borges explicou que «são as três áreas que se definiram como importantes para a cooperação».

Sobre o memorando de entendimento na área da Educação admitiu que poderá desembocar num acordo, pelo que há que fazer um trabalho «na área não só do ensino superior, como também da inovação e ciência».

Jorge Borges adiantou ainda que estão a trazer para a cooperação essa área, havendo já muitos peritos cabo-verdianos a trabalhar em Timor-Leste, alguns na área mais da Justiça e da Alfândega, pelo que Cabo Verde quer agora partilhar com aquele país a sua experiência na Educação.

«Esteve em Díli recentemente o Presidente do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) de Cabo Verde, foi muito apreciada a sua presença porque, para além de participar em reuniões oficiais, teve a oportunidade de desenvolver uma série de palestras», revelou.

O governante cabo-verdiano disse estar a aproveitar a sua estadia em Díli para desenvolver uma série de contactos com representantes de Moçambique, Timor-Leste e Guiné Equatorial, e que a partir de terça-feira tem programadas reuniões de trabalho com os homólogos de Singapura, Nova Zelândia e Turquia.

(c) PNN Portuguese News Network

2014-07-22 11:56:27

Continuar a ler