Olimpíadas da Língua Portuguesa batem número recorde de mais de 10 mil inscritos | Sociedade : Ensino | Diário Digital

Mais de dez mil alunos do 3.º ciclo e secundário inscreveram-se nas «IV Olímpiadas da Língua Portuguesa», o que representa um aumento de 350% em relação ao ano passado, revela o Ministério da Educação (ME).

Fonte: Olimpíadas da Língua Portuguesa batem número recorde de mais de 10 mil inscritos | Sociedade : Ensino | Diário Digital

Professores acusam Junta da Galiza de «falta vontade política» no ensino da língua portuguesa | Sociedade : Ensino | Diário Digital

A Associação de Docentes de Português na Galiza (DPG) acusou a Junta da Galiza de «falta de vontade política» no ensino da língua portuguesa a nível básico e secundário por não ter aberto vagas em 2016.

Fonte: Professores acusam Junta da Galiza de «falta vontade política» no ensino da língua portuguesa | Sociedade : Ensino | Diário Digital

Por que é tão difícil aprender português em terras nipônicas? | IPC DIGITAL

RACHEL MATOS (IPC Digital) – Toda aprendizagem depende de estímulos internos e externos. Não é diferente na aprendizagem das línguas.

Fonte: Por que é tão difícil aprender português em terras nipônicas? | IPC DIGITAL

As 100 palavras mais estranhas da língua portuguesa e o seu significado | ncultura

Pode não precisar delas no seu dia a dia, mas vai gostar de saber o que significam. As 100 palavras mais estranhas da língua portuguesa e o seu significado.

Fonte: As 100 palavras mais estranhas da língua portuguesa e o seu significado | ncultura

70.000 galegofalantes en 51 concellos de Asturies, León, Zamora e Estremadura – Lingua – Sermos Galiza – A Información precisa

O concello asturiano da Veiga declaraba esta semana oficial o galego, o primeiro do Principado en dar o paso embora falarse o idioma en 18 municipios. E en 25 de León, 5 de Zamora e 3 de Extremadura.

Fonte: 70.000 galegofalantes en 51 concellos de Asturies, León, Zamora e Estremadura – Lingua – Sermos Galiza – A Información precisa

TIMOR E A LÍNGUA PORTUGUESA POR J P ESPERANÇA

Timor e a língua portuguesa
Por João Paulo T. Esperança Tradutor-intérprete português, professor no Departamento de Língua Portuguesa da Faculdade de Ciências da Educação da Universidade Nacional de Timor-Leste. Continuar a ler

O paraíso da língua portuguesa fica no Brasil | ncultura

É um autêntico paraíso repleto de livros! Fica no Rio de Janeiro e é uma das mais belas bibliotecas do mundo. Falamos do Real Gabinete Português de Leitura.

Fonte: O paraíso da língua portuguesa fica no Brasil | ncultura

e estão associados à AICL com quem existe um protocolo desde 2010..

Meia, Meia, Meia, Meia ou Meia? sem contar com a meia que e peúga

Marcelo Gazzoli’s photo.
11 hrs ·
via Flávio Kranic
Marcelo Gazzoli’s photo.
Marcelo Gazzoli
20 May 2014 ·
Meia, Meia, Meia, Meia ou Meia?

A língua portuguesa é uma das mais difíceis do mundo, até para nós.
O português praticado no Brasil …

Na recepção dum salão de convenções, em Fortaleza
– Por favor, gostaria de fazer minha inscrição para o Congresso.
– Pelo seu sotaque vejo que o senhor não é brasileiro. O senhor é de onde?
– Sou de Maputo, Moçambique.
– Da África, né?
– Sim, sim, da África.
– Aqui está cheio de africanos, vindos de toda parte do mundo. O mundo está cheio de africanos.
– É verdade. Mas se pensar bem, veremos que todos somos africanos, pois a África é o berço antropológico da humanidade…
– Pronto, tem uma palestra agora na sala meia oito.
– Desculpe, qual sala?
– Meia oito.
– Podes escrever?
– Não sabe o que é meia oito? Sessenta e oito, assim, veja: 68.
– Ah, entendi, meia é seis.
– Isso mesmo, meia é seis. Mas não vá embora, só mais uma informação: A organização do Congresso está cobrando uma pequena taxa para quem quiser ficar com o material: DVD, apostilas, etc., gostaria de encomendar?
– Quanto tenho que pagar?
– Dez reais. Mas estrangeiros e estudantes pagam meia.
– Hmmm! que bom. Ai está: seis reais.
– Não, o senhor paga meia. Só cinco, entende?
– Pago meia? Só cinco? Meia é cinco?
– Isso, meia é cinco.
– Tá bom, meia é cinco.
– Cuidado para não se atrasar, a palestra começa às nove e meia.
– Então já começou há quinze minutos, são nove e vinte.
– Não, ainda faltam dez minutos. Como falei, só começa às nove e meia.
– Pensei que fosse as 9:05, pois meia não é cinco? Você pode escrever aqui a hora que começa?
– Nove e meia, assim, veja: 9:30
– Ah, entendi, meia é trinta.
– Isso, mesmo, nove e trinta. Mais uma coisa senhor, tenho aqui um folder de um hotel que está fazendo um preço especial para os congressistas, o senhor já está hospedado?
– Sim, já estou na casa de um amigo.
– Em que bairro?
– No Trinta Bocas.
– Trinta bocas? Não existe esse bairro em Fortaleza, não seria no Seis Bocas?
– Isso mesmo, no bairro Meia Boca.
– Não é meia boca, é um bairro nobre.
– Então deve ser cinco bocas.
– Não, Seis Bocas, entende, Seis Bocas. Chamam assim porque há um encontro de seis ruas, por isso seis bocas. Entendeu?
– Acabou?
– Não. Senhor é proibido entrar no evento de sandálias. Coloque uma meia e um sapato…

O africano enfartou…

Namibe: Línguas Portuguesa e Inglesa serão introduzidas no currículo académico na Escola Superior Politécnica – Educação – Angola Press – ANGOP

Namibe- As disciplinas de língua portuguesa e inglesa serão introduzidas no currículo académico 2016, na Escola Superior Politécnica, afecta à Universidade Mandume Ya Nedmufayo, informou hoje, sexta-feira, a Angop o director da referida instituição, João Cadete.

Fonte: Namibe: Línguas Portuguesa e Inglesa serão introduzidas no currículo académico na Escola Superior Politécnica – Educação – Angola Press – ANGOP